BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

terça-feira, 1 de abril de 2014

50 anos de Golpe Militar - curiosidades na Música


O período da ditadura surgem, na música, artistas que trazem atmosferas distintas sobre o Brasil. Aqui irei mostrar um pouco dessas diferentes formas. 
   Geraldo Vandré defende a canção "pra dizer que não falei das flores" em 1968 CURIOSAMENTE em 1969 a dupla Dom & Ravel gravam a canção "Você é responsável também". Qualquer semelhança é "Mera Coincidência". Pois segundo os autores eles não fizeram essa música encomendada.





a Música de Gertaldo Vandré



na letra da dupla tem partes... 

Eu venho de campos, subúrbios e vilas,
Sonhando e cantando, chorando nas filas
Seguindo a corrente sem participar
Me falta a semente do ler e contar
Eu sou brasileiro anseio um lugar
Suplico que parem pra ouvir meu cantar:
Você também é responsável, então me ensine a escrever
Eu tenho a minha mão domável, eu sinto a sede do saber

Do saber, do saber

Eu venho de campos, tão ricos, tão lindos
Cantando e chamando. São todos bem-vindos
A nação merece maior direção. Marchemos pra luta
De lápis na mão;
Eu sou brasileiro, anseio um lugar, suplico que parem pra ouvir meu cantar:
Você também é responsável
Então me ensine a escrever
Eu tenho a minha mao domável, eu sinto a sede do saber

Do saber, do saber
Do saber, do saber"





PRA DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES (GERALDO VANDRÉ)

Caminhando e cantando 
E seguindo a canção 
Somos todos iguais 
Braços dados ou não 
Nas escolas, nas ruas 
Campos, construções 
Caminhando e cantando 
E seguindo a canção 
 Vem, vamos embora 
Que esperar não é saber 
Quem sabe faz a hora 
Não espera acontecer 

Vem, vamos embora 
Que esperar não é saber 
Quem sabe faz a hora 
Não espera acontecer 

Pelos campos há fome 
Em grandes plantações 
Pelas ruas marchando 
Indecisos cordões 
Ainda fazem da flor 
Seu mais forte refrão 
E acreditam nas flores 
Vencendo o canhão 

Refrão

Há soldados armados 
Amados ou não 
Quase todos perdidos 
De armas na mão 
Nos quartéis lhes ensinam 
Uma antiga lição 
De morrer pela pátria 
E viver sem razão 

Refrão

Nas escolas, nas ruas Campos, construções 
Somos todos soldados Armados ou não 
Caminhando e cantando 
E seguindo a canção 
Somos todos iguais 
Braços dados ou não 
 Os amores na mente 
As flores no chão A certeza na frente
A história na mão 
Caminhando e cantando
E seguindo a canção Aprendendo e ensinando 
Uma nova lição Vem, vamos embora 
Que esperar não é saber 
Quem sabe faz a hora Não espera acontecer 
Vem, vamos embora 
Que esperar não é saber 
Quem sabe faz a hora Não espera acontecer

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails