BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Dia da consciência humana


Um alienígena aparece na minha frente e me pede pra mostrar o mundo. Saímos na sua nave que passeia pelo tempo-espaço... em segundos vimos tudo que se passou durante os séculos.

Quem são aqueles ? 
São brancos que matam, escravizam e exploram 
Quem são aqueles? 
São amarelos que matam, escravizam e exploram
Quem são aqueles?
São negros que matam, escravizam e exploram 

o alienígena me olhou com seus olhos grandes e verde-esmeralda no silêncio telepático...
lhe disse - alguns humanos são cruéis... a cor são pigmentos que trazem na pele a biologia explica. 
...Ei alienígena, fica invisível que lá vem um ali !!!.

Na semana da consciência negra, hoje especificamente, no aniversário historicamente construído, para Zumbi do Palmares representar a reparação sociocultural contra as injustiças que o Brasil construiu com seus brasileiros de cor negra. Penso nesse processo, como venho pensando em outras questão que sempre acabam se tornando apenas uma das linhas sedimentares que vem de algo mais amplo... 

Penso nos sistemas solares e nas partículas. Grandes e minúsculos e suas estruturas semelhantes como tudo no universo. Eu e o alienígena, o branco, negro e amarelo... Nas energias que se transformam à cada dia, nas energias convergidas das mais diversas formas, que se transformam em outras formas de energia que fazem do mundo esse carrossel de sensações...

E eu querendo buscar um conceito... quando eu já sei sobre o "logos"

Mas em homenagem aos que trouxeram toda rítmica que gerou nossa alegria sonora... escutem essa canção composta por Caco Velho cantada por Rolando Boldrin 


"Mãe Preta"

velha encarquilhada
carapinha branca
gandola de renda
caindo na anca
embalando o berço
do filho do sinhô
que há pouco tempo
a sinhá ganhou
era assim que mãe preta fazia
criava todo branco
com muita alegria
enquanto na senzala
seu bem apanhava
mãe preta mais uma lágrima enxugava
mãe preta, mãe preta,
mãe preta, mãe preta
enquanto a chibata
batia em seu amor
mãe preta embalava
o filho branco do sinhô"



0 comentários:

Related Posts with Thumbnails